• 16 DE Setembro
  • |
  • 21:37

50º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão estreia com programação renovada e abertura da OSESP

Cultura - 01/07/2019 | 10:24

Foto: Assessoria de Comunicação

A Abertura do Festival de Inverno contou com a participação do Governador João Doria, neste sábado (29), em Campos do Jordão. O grande público do Auditório Cláudio Santoro, que teve ingressos esgotados cerca de 15 dias antes, pode conferir o concerto da Osesp sob a regência de Marin Alsop, tendo como solista o barítono Paulo Szot. Reconhecido como o maior festival de música clássica da América Latina, em sua longa trajetória, tem proporcionado aos espectadores uma programação de altíssima qualidade, com obras sinfônicas, camerísticas e corais. “Esse ano o Festival de Campos do Jordão não tem investimentos públicos. Buscamos parcerias com o setor privado e conseguimos. É uma forma de fazer gestão eficiente com recursos privados apoiando a cultura. E os recursos economizados serão destinados a outras áreas de cultura de São Paulo”, destacou o Governador, João Doria. Serão cerca de 150 concertos, até o dia 28 de Julho, a maioria gratuitos, programados em dois eixos: Clássico e Popular-Sinfônico. O programa clássico tem a curadoria da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, e o popular-sinfônico é selecionado pela Orquestra Jazz Sinfônica e corpos artísticos da Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo. “Estamos falando de um novo Festival de Inverno de Campos do Jordão. Inteiramente renovado, com uma estrutura grande e um número recorde de locais e apresentações. Trata-se de um novo conceito e uma nova experiência para o público. Estamos enriquecendo a programação com atrações jovens, nomes consagrados da MPB, concertos com músicas de filmes, trilhas de games e, claro, uma programação clássica de altíssimo nível, com grandes orquestras e solistas”, destaca o Secretário Sérgio Sá Leitão. Para o Prefeito Fred Guidoni, presente na abertura, o Festival de Inverno, está para a temporada, como a temporada está para o Festival. "São indissociáveis, o Festival e a alta temporada. Somos privilegiados por sediar este maravilhoso evento e só temos a agradecer, ao governador João Dória, por este festival renovado, inclusivo para todos os públicos", ressaltou o prefeito.

Homenagens

Na abertura, foram homenageados cinco personalidades que marcaram a história do Festival: o maestro Eleazar de Carvalho, um dos criadores do evento e de sua programação pedagógica; o maestro e pianista João Carlos Martins, que realizou as primeiras apresentações de música clássica na cidade, no Hotel Toriba; Roberto Minczuk, diretor artístico do Festival de 2004 a 2010 e atual regente da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo; Fabio Mechetti, regente assistente de Eleazar de Carvalho no Festival e atual regente titular e diretor artístico da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais; e o violonista Fabio Zanon, um dos principais concertistas da atualidade e coordenador artístico-pedagógico do Festival desde 2013. Uma placa que marca os 40 anos do Auditório, também foi descerrada.