• 05 DE Dezembro
  • |
  • 17:16

Inscrições para o Programa Municipal de Equoterapia vão até o dia 31 de outubro

Assistência Social - 04/10/2019 | 18:58

divulgação

Foto: divulgação

A prefeitura de Campos do Jordão está com inscrições abertas para o segundo ano do PROMEQUO – Programa Municipal de Equoterapia. O prazo é até o próximo dia 31 de outubro.  Desde 2018, os portadores de necessidades especiais, com indicação médica para este tratamento, têm acesso aos serviços de reabilitação física e intelectual por meio da Equoterapia. O tratamento utiliza-se de cavalos para melhorar o desenvolvimento da mente e do corpo, melhorando o equilíbrio, autoconfiança e vários outros aspectos.  Para ingressar neste programa, a pessoa deve ser diagnosticada com deficiência física e/ou mental, ter idade acima de três anos, ser moradora da cidade de Campos do Jordão, ter indicação médica de profissional habilitado na rede municipal de saúde e estar cadastrada no CADÚNICO.  O serviço contratado, que prevê o atendimento gratuito, é prestado pela Comunidade Terapêutica Equus, vencedora do processo de licitação. Este serviço atende ao Decreto 7942/18 editado no ano passado pelo Prefeito Fred Guidoni, criando o Programa Municipal de Equoterapia e atende também o ofício da Câmara, do vereador Filipe Cintra, solicitando o benefício.  O programa é administrado pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social e os pacientes do primeiro ano, que já estão recebendo a terapia, se quiserem continuar com o tratamento também deverão efetuar a inscrição.   Equoterapia    A Equoterapia é um método terapêutico, que utiliza cavalos numa abordagem multidisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação. As crianças que participam do projeto conseguem aumentar a integração social e fortalecer os músculos, o equilíbrio e a coordenação motora, funcionando como um tratamento complementar para indivíduos com necessidades especiais. Reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina, a equoterapia proporciona concentração, socialização, lateralidade, aprimora a motricidade fina e ampla, e por ser o cavalo um animal de grande porte, os praticantes naturalmente aumentam a sua autoestima. Toda a musculatura do corpo é exercitada com grande produção de serotonina e dopamina causando o prazer e bem-estar. A prática foi implantada há mais de 15 anos no Brasil como estratégia terapêutica.  Mais Informações na Secretaria Municipal do Desenvolvimento e Assistência Social (12) 3662 6171