• 08 DE Abril
  • |
  • 10:07

Chuva forte causa diversas ocorrências em Campos do Jordão

Administração - 04/02/2020 | 19:39

Divulgação

Foto: Divulgação

Na tarde desta terça-feira, dia 4 de fevereiro, uma forte chuva caiu sobre Campos do Jordão. A chuva teve início por volta das 16h30, com forte intensidade, atingindo um pico às 17h15. Em duas horas choveu 85,2 mm. Até a atualização do Boletim, às 19h30, continuava a chover em algumas regiões da cidade. A chuva mais forte atingiu, principalmente, a região central no entorno da Abernéssia. Os bairros Fracalanza, Abernéssia, Britador, Vila Santo Antonio, Vila Paulista e Recanto Dubuiex, foram os mais atingidos. O rio Capivari, que corta a cidade, ficou cheio e houve pontos de alagamento nas vias principais, mas não chegou a entrar nas residências. A água escoou rápido e as vias já estão liberadas. O rio transbordou, porém, no Capivari, na Praça Pinho Bravo e atrás do Parque Ferroviário, inundando as vias e comércios. Houve deslizamento de terra, atingindo residência no Fracalanza e na Vila Santo Antônio. No Fracalanza, na Rua João Tranchesi, parte de uma casa caiu. A família foi retirada do local e está em casa de parentes. O mesmo aconteceu na Rua Azulão, na Vila Santo Antônio. Ninguém ficou ferido. No Britador, um muro caiu sobre uma viela. Parte de um muro também caiu na rua Tico Tico, na Vila Santo Antônio e na rua Acádio Mazaia, na Vila Paulista. Na rua Mário Crisol Donha, no Recanto Dubieux, um muro caiu atingindo a residência que foi interditada. Não há vítimas em nenhuma das ocorrências registradas. Nas três casas interditadas, as famílias estão em casa de parentes. Também houve queda de poste, na rua Antônio Santos do Reis, na entrada da Vila Nossa Senhora de Fátima e uma queda de árvore, perto do condomínio Véu da Noiva. As equipes da Prefeitura já estão mobilizadas em seu plano de contingência e começará a operação limpeza. As equipes da Defesa Cilvil, DSV e Guarda Municipal estão percorrendo os bairros e atendendo às solicitações dos moradores. A qualquer sinal de água barrenta, postes ou árvores inclinados, trincas ou estalos, a Defesa Civil, pede que as pessoas deixem as casas e avisem a Defesa Civil pelo 199, ou Guarda Civil Municipal 153, ou ainda o Corpo de Bombeiros 193.