• 25 DE Maio
  • |
  • 13:21

Barreira Sanitária para o Feriado de Páscoa já está funcionando

Cidade - 09/04/2020 | 11:31

Foto: Assessoria de Comunicação

A Prefeitura de Campos do Jordão instalou nesta quinta-feira (9) barreiras sanitárias nas principais entradas da cidade, que serão monitoradas por profissionais de saúde e segurança até o próximo domingo (12), quando é celebrada a Páscoa. A medida integra um pacote para evitar a propagação rápida do novo coronavírus na cidade. Nesta quinta-feira, das 8h às 17h foram abordados 520 veículos, o que totaliza cerca de 2.300 pessoas. Todos os que entraram disseram ter casa aqui, falaram do período em que pretendem ficar e apresentaram endereços. No feriado de Páscoa, em tempos normais, eram esperados na cidade cerca de 200 mil visitantes. No último ano, no mês de Abril, todo, a cidade recebeu cerca de 380 mil visitantes. No ano todo foram 4,9 milhões de pessoas. Nos próximos dias, a fiscalização será intensificada e incluirá algumas das casas, se houver suspeita de que sejam imóveis alugados, o que contraria a decisão judicial e o Decreto Municipal 8.106/20. As barreiras têm como objetivo monitorar as condições de saúde das pessoas que entram na cidade. Nelas, os veículos estão sendo parados para que a temperatura dos passageiros e o estado geral de sáude sejam conferidos. Se houver sintomas de gripe ou apenas febre, os doentes são encaminhados ao Complexo Municipal de Saúde. Também é preenchido um cadastro para saber onde a pessoa vai. Viajantes que passariam o dia na cidade são encorajados a voltar e informados que o comércio, restaurantes e parques estão fechados. Até a tarde desta quinta-feira (8), a cidade não conta com nenhum caso do novo coronavírus confirmado. Os suspeitos em isolamento domiciliar somam 22 e há 3 pacientes internados com suspeita da doença. Uma morte é investigada. Ônibus intermunicipais também estão sendo parados nas barreiras. A cidade já tinha proibido a entrada de ônibus de vans com turistas. No último dia 31, Campos obteve liminar para impedir, enquanto vigorar o decreto de urgência, a locação de imóveis de temporada e serviços de hospedagens em plataformas digitais. Alguns estabelecimentos chegaram a divulgar “casas para a quarentena”, o que poderia trazer para a cidade possíveis portadores do novo coronavírus. No fim de semana, a Prefeitura também reforçará a fiscalização. Quatro equipes estão recebendo denúncias pelo 153. Até o momento 14 estabelecimentos denunciados foram notificados e poderão ser fechados, com acompanhamento policial. A penalidade pode chegar à perda do alvará de funcionamento.