• 18 DE Junho
  • |
  • 06:19

Prefeitura oferece recomposição salarial ao servidor municipal

Administração - 31/05/2018 | 12:05

Assessoria de Comunicação/ Prefeitura de Campos do Jordão/ Sérgio Biagioni

Foto: Assessoria de Comunicação/ Prefeitura de Campos do Jordão/ Sérgio Biagioni

Câmara vota o projeto na segunda-feira. Aumento salarial vale para servidores concursados e temporários e não inclui os subsídios recebidos pelos Secretários Municipais, Secretários Adjuntos, Prefeito e Vice-Prefeito.

A Prefeitura de Campos do Jordão enviou para a Câmara Municipal projeto de Lei que autoriza o aumento salarial dos servidores públicos, em 3%, recompondo a inflação dos últimos 12 meses. 

 A Folha de Pagamento em Campos do Jordão corresponde a um gasto mensal de R$ 5.567.963,00, o que equivale no ano, a cerca de R$ 72 milhões, incluindo as férias e décimo terceiro.

O aumento implicará num impacto no Orçamento de aproximadamente R$ 1 milhão e 700 mi, ao ano.  Mesmo com o aumento concedido, os gastos com os servidores públicos, estão dentro  do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com isso, a Prefeitura pode continuar investindo nos serviços essenciais e tocar obras.  Em Campos do Jordão, a Prefeitura investe cerca de 27,5% em Educação e 26% em Saúde.

Desde 2013, a administração municipal vem trabalhando para oferecer melhores condições aos funcionários municipais. Hoje os servidores concursados e contratados temporariamente recebem um abono de R$ 100,00 mensalmente e o Vale Alimentação que hoje é de R$ 450,00 ao mês.  Para efeito de comparação, em 2012, o valor do Vale Alimentação era de R$ 105,00. Ao aumentar em mais de 400% o vale, a Prefeitura optou por oferecer uma vantagem real para os servidores que ganham menos. Outro benefício é o Vale Transporte, onde  o servidor paga 6% do valor da passagem do transporte urbano e a Prefeitura arca com o restante.

O reajuste que recompoe as perdas inflacionárias do período é fruto do esforço fiscal feito pela Prefeitura para controlar as contas públicas. Neste ano, houve uma melhora financeira após a negociação de precatórios e um leve aquecimento da economia. Diante deste novo quadro, o prefeito Fred Guidoni julgou que havia espaço para oferecer o reajuste aos servidores.