• 21 DE Setembro
  • |
  • 14:40

Em Audiência Pública, Prefeito apresenta projeto inovador para limpeza urbana, coleta e destinação de resíduos

Administração - 04/09/2018 | 16:34

Foto: assessoria de comunicação

A Prefeitura de Campos do Jordão realizou uma audiência pública na manhã desta terça-feira, 4 de setembro, para apresentar o novo modelo de gestão da limpeza urbana e do lixo no município. O encontro, na Câmara Municipal, também teve o objetivo de esclarecer dúvidas sobre o projeto e recolher contribuições da comunidade. A audiência reuniu cerca de 50 pessoas.

Os questionamentos e sugestões feitas, contribuiram para esclarecer dúvidas e recolher contribuições para os ajustes finais no projeto definitivo do modelo de gestão a ser implantado na cidade. 

O próximo passo é preparar o edital de licitação para contratar a empresa que vai executar o trabalho, juntamente com a Prefeitura, por meio de uma Parceria Público Privada (PPP), a primeira no município.O projeto proposto prevê um investimento de R$ 32.049.559,46 da empresa que vencer a licitação no município. 

Com a audiência pública desta terça, mais contribuições podem ser inseridas no projeto do modelo final de gestão. Em seguida, haverá outra audiência para apresentar o edital. Em até 15 dias, o site da Prefeitura irá publicar as perguntas, sugestões e respostas, além da íntegra da apresentação e discussão. 

O prefeito Fred Guidoni presidiu a audiência, que contou com a presença de vereadores, secretarios municipais, além de pessoas interessadas.

Ao iniciar a sua apresentação, o prefeito demonstou um diagnóstico da situação local. Ele destacou o fato de que para chegar neste estágio foi preciso fazer um Plano de Gestão Integrada de Resíduos, um plano de Saneamento e somente então,  depois de mais de 20 anos, foi que, em 2013, a Prefeitura conseguiu fazer uma concorrência para a coleta. Até então, os contratos eram emergenciais, o que não permitiam um planejamento de longo prazo.

Outro passo importante foi a mudança na leislação municipal para incluir a possibilidade de PPPs e fazer um chamamento público, para que interessados estudassem o serviço. 

Os 10 pontos
O prefeito explicou que todo o projeto se baseia em 10 pontos norteadores: 
1- Instituir em Campos do Jordão, serviços que atendam às políticas, nacional, estadual e municipal de resíduos sólidos, com soluções sustentáveis.
2- Aplicação de novas tecnologias
3- Reintegração ambiental dos resíduos gerados
4- Sustentabilidade econômica
5- Segurança Jurídica
6- Atendimento Integral da População Urbana
7- Atender à política nacional de resíduos sólidos, no vários aspectos e em especial na implantação dos 5 " R":  Reduzir,  Repensar,  Reaproveitar,  Reciclar e Recusar o consumo que gera impacto socioambientais significativo e também o tratamento e disposição final ambientalmente adequada de rejeitos.
8- Implantação de um Programa Ambiental
9- Implantação de uma visão sistêmica na gestão dos serviços
10- Recuperação e encerramento da área degradada do transbordo atual.

Premissas da cidade
O projeto leva em conta as especificidades de Campos do Jordão, dentre elas, a escassez de áreas para tratar resíduos, em função de grande parte do território ser uma Área de Proteção Ambiental ou Área de Preservação Permanente. 
Em Campos do Jordão são coletadas, em média 46/toneladas de resíduos domiciliares ao dia. O que nos leva a 0,90 kg por habitante ao dia. No mês de alta temporada, em julho, atingimos 61 toneladas de resíduos ao dia. 
Importância da Participação
A audiência é a primeira etapa de um processo moderno, inovador e pioneiro em Campos do Jordão. Com ele, a cidade implantará um novo modelo de gestão de resíduos, baseado no tripé qualidade, economia e sustentabilidade.
O processo continua. Haverá ainda uma nova audiência para detalhar o projeto e em  até quinze dias, todas as perguntas feitas estarão no site da Prefeitura, bem como o audio da audiência. 

O modelo
Entre as mudanças preconizadas está a criação de uma a Usina de Triagem para  o processamento de resíduos e de um novo transbordo para o resíduo domiciliar, além da criação de Eco pontos e Pontos de Coleta Voluntária de Resíduos e de um programa de educação ambiental, com a construção de um centro específico, com vistas a aumenta a oferta de resíduos recicláveis e consequente diminuição do volume do lixo.
O projeto contempla também a coleta e transporte adequado do lixo hospitalar.
Outro ponto de grande interesse ecológico é a correta destinação do lixo verde e dos resíduos da construção civil. A empresa contratada deverá encerrar o atual transbordo, que gera passivo ambiental para o município e licenciar um outro local para o destino de inertes e de lixo verde.

Mudança no pagamento
A nova gestão de resíduos inova também na implantação de um novo mecanismo de pagamento à empresa contratada. Com a PPP, o custeio do serviço será feito por um fundo com base na escala de produção e não sairá apenas do poder público. Com isso se cria justiça social. Outro ponto importante é que o pagamento será feito de acordo com o desempenho – o que aumentará consideravelmente a eficácia do serviço, já que a empresa terá descontos por falhas de performance e será bonificada por alcançar melhor desempenho. Isso repercutirá positivamente na qualidade do serviço prestado à população, inclusive na limpeza de ruas.



ass fuck sexo anal Gruppen Pornos Blondine Pornos inzest porn hd
mudanya escort
https://www.freespins99.com/
porn
mobile porn
istanbul escort beylikduzu escort istanbul escort halkali escort etiler escort beylikduzu escort sisli escort sirinevler escort istanbul escort sirinevler escort sisli escort esenyurt escort sirinevler escort sirinevler escort avcilar escort istanbul escort beylikduzu escort