Governo do Estado libera recursos para o Complexo Municipal de Saúde

fred e alckmin
fred e alckminImprensa | Prefeitura de Campos do Jordão

 

O Governador  do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, liberou, na última semana, os recursos de dois convênios assinados no final do ano passado, pelo Prefeito Fred Guidoni e pelo então Secretário de Estado da Saúde, David Uip.

Um deles é o do Pró-Santa Casa que irá repassar cerca de R$ 1,7 milhão ao ano para a manutenção do Hospital Municipal no Complexo.  Já o outro convênio, prevê a liberação neste ano de R$ 2 milhões, em parcelas de R$ 250 mil, para a aquisição de material de consumo e despesas também no Complexo de Saúde.

Com os novos recursos, a Prefeitura vai retomar as cirurgias eletivas e começará a fazer também cirurgias de baixa e média complexidade. As laqueaduras também serão retomadas. A previsão é que as cirurgias comecem no mês de abril.

O Complexo Municipal de Saúde faz ao ano, em média, 170 mil atendimentos no Pronto Socorro. O Hospital Municipal registrou no ano passado 429 internações em clínicas médicas, 190 internações na Pediatria, 522 partos e 826 internações na Maternidade.

De acordo com o prefeito Fred Guidoni, a liberação do recurso é fruto do reconhecimento do trabalho feito no Complexo. “O governador Geraldo Alckmin vem atendendo aos nossos pedidos e reconhece o que está sendo feito no Complexo. Isso reflete diretamente na população de Campos do Jordão, com mais recursos poderemos oferecer mais serviços”, afirma o prefeito.

Ele lembra que quase 73% do custo da saúde no município é financiado pelo Orçamento Municipal. Enquanto a Constituição estabelece que os municípios devem gastar 15% com a Saúde, Campos do Jordão vem utilizando cerca de 21% do Orçamento, para garantir atendimento médico gratuito e de qualidade para a população jordanense.

“Desde 2013 nós estamos fazendo uma gestão prudente dos recursos públicos. As medidas tomadas no decorrer dos últimos 4 anos, garantem mais tranquilidade para enfrentar longos períodos de crise. Isso nos permite estabelecer prioridades e planejar as ações, para manter os pagamentos em dia e promover para a população um serviço de qualidade”, disse o prefeito.

Medidas de redução de despesas

Para enfrentar a grave crise econômica nacional, o Prefeito  de Campos do Jordão, Fred Guidoni,  adotou ações de contenção de gastos e realocação orçamentária, como a redução de contratos com empresas terceirizadas e fez a gestão dos recursos de maneira ética e responsável, economizando em todas as compras e buscando auxílio por meio de convênios com o governo do Estado de São Paulo para garantir novos investimentos fazendo com o que o plano de desenvolvimento local tivesse continuidade.

Com este esforço, foi possível ampliar os serviços prestados na saúde. Trabalho que continua neste ano, novamente com a parceria com o governador Geraldo Alckmin.

Contenção continua neste ano

A Prefeitura continua, em 2017, com seu plano de contenção de gastos. Com a queda na receita, provocada pela diminuição dos repasses federais e no pagamento de tributos, a Prefeitura de Campos do Jordão, que se antecipou à crise, continua a rever os contratos terceirizados e segue na preservação de boas práticas nas compras de insumos e serviços, visando buscar o menor preço e a melhor qualidade disponível.

Compartilhe!Share on TumblrTweet about this on TwitterPrint this pageShare on FacebookShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone